fbpx

Confraternização do "Vamos Ocupar a Cidade" reafirma projeto de Caio Cunha para as eleições de 2020

Caio Cunha reuniu cerca de 200 pessoas em evento do "Vamos Ocupar a Cidade" prometendo 70 candidatos para as próximas eleições

 

Na noite de quinta-feira (05), o vereador Caio Cunha, idealizador do Programa de Formação de Novas Lideranças Políticas “Vamos Ocupar a Cidade”, realizou no Bar Nyx em Mogi das C, em evento fechado, a entrega de certificados aos participantes no primeiro módulo do curso. Além dos diplomados no programa, o evento reuniu o grupo 300, que é a base de apoio do mandato colaborativo de Caio. Participaram do evento cerca de 200 pessoas.

A formação foi uma preparação para lançar futuros candidatos ao legislativo em 2020. Cerca de 90 pessoas se formaram no primeiro módulo e destes, 70 são pré-candidatos para a próxima eleição, todos sem qualquer envolvimento político de antes do programa de formação, sendo constituído por perfis diversos, mas com propósitos  idênticos com foco no programa. O projeto ainda contará com outro módulo no próximo semestre, segundo Caio, em um novo molde.

Neste ano, o projeto contou com 9 imersões ao longo do ano, sendo realizado sempre aos sábados. A cada encontro, novas “matérias” eram ensinadas com a participação de personalidades políticas e especialistas nas áreas de ciências políticas, marketing, campanhas eleitorais e desenvolvimento humano. 

Ainda sobre o evento, também reuniu  alguns dos especialistas que ao longo do ano participaram do programa dando dicas e ensinando sobre diversos temas. Entre as personalidades estavam, José Henrique Porto, educador formado em História pela USP e Pós-Graduado em Filosofia da Educação pela PUC, Pedro Ivo, publicitário e autor do livro “Empresas Espiritualizadas”, e, Tatiana Vial, formada em Fonoaudiologia e Comunicação Humana pela PUC 

Vanessa Menichelli Sanches, 40, escolhida como representante da turma, achou o evento muito bom e complementou: “Achei de extrema importância essa junção entre o pessoal dos 300 e o pessoal do VOC, pela comunhão e oportunidade de trazer pessoas para participarem, conhecerem e estarem mais perto para terem mais conhecimentos dos projetos”.

Após cerimônia em homenagem aos formandos, um vídeo foi transmitido onde Caio enalteceu a força do trabalho em grupo, da colaboração e participação que sempre estiveram atrelados a ele antes mesmo de se tornar uma pessoa política. Mostrou que em sua trajetória contava com um grupo de jovens que, assim como ele, sonhava uma política diferente. Grupo esse que foi motivo de chacota por sonhar algo utópico, e que mesmo sem aparente chance, conseguiram ganhar a eleição em 2013.

Caio frisou que ao entrar, ele e seus loucos amigos tiveram quatro anos para mostrar a política diferente que sonhavam e falavam, e consequentemente, após esses quatro anos, viu o resultado desse projeto sendo por duas vezes o  mais votado no Alto Tietê em eleições para seu segundo mandato como vereador em Mogi das Cruzes e para deputado estadual, projeto esse que hoje é referência em todo o Brasil. 

Ele ainda reforçou a importância da participação de pessoas comuns na política e também a necessidade de renovação, reafirmando que a política é feita de pessoas e essa participação é fundamental para a construção de uma cidade melhor. Ao final do vídeo convidou os presentes a ocuparem a cidade em 2020. O momento da fala foi encerrado com um coro dizendo: “Juntos somos uma onda!".

 
PROJETO VOC
O Programa de Formação de Novas Lideranças Políticas “Vamos Ocupar a Cidade”, é um programa desenvolvido pelo Instituto SEJA com o objetivo de engajar e preparar pessoas para uma participação efetiva na política,além de preparar candidatos para ocuparem cargos eletivos legislativos nas eleições de 2020.

Seu idealizador, Caio Cunha, reuniu em seu projeto especialistas de diversas áreas de atuação que convergem no espectro político, desde comunicação humana até marketing político e digital. O curso de formação foi oferecido de forma gratuita aos interessados que, a partir do preenchimento de um formulário, passaram por um processo de seleção. Ainda, o curso contou com um total de 9 imersões, aos sábados, sendo o primeiro em fevereiro e o último em novembro deste ano.

A primeira edição do curso, reuniu em seu primeiro módulo cerca de 90 pessoas, dos quais 70 são pré-candidatos ao legislativo em 2020. No primeiro semestre do próximo ano, os pré-candidatos continuarão no segundo módulo, que contará com moldes diferentes pelo novo ciclo envolvendo pré-campanha e campanha eleitoral.

 
O MANDATO
Ao se tornar pessoa política, Caio levou inovação à Câmara ao apresentar seu mandato colaborativo, contando com um grupo chamado 300. Entre suas pautas no legislativo, estão: transparência, combate à corrupção, pessoa com deficiência, engajamento social e participação de mulheres na política. Seu mandato, desde 2013, têm sido norteado pelos seguintes pilares: transparência, participação, representatividade, formação e sustentabilidade.
 
Caio estreou como político em seu primeiro mandato como vereador em 2013, após, junto com seu grupo - todos jovens e amadores em questões políticas - com uma campanha totalmente fora do convencional e sem dinheiro que o financiasse; apostando nas redes sociais e no engajamento de seus amigos, teve uma campanha impecável no que diz respeito à sustentabilidade. Chamou atenção por ir na contramão da política convencional atraindo muitos olhares para seus quatro primeiros anos de vereança.

Disputou a reeleição em 2017, e de desacreditado da primeira campanha, alcançou o status de o mais votado do Alto Tiête, entrando para seu segundo mandato na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes. Nesse tempo, disputou também para Deputado Estadual em 2018, e mesmo não alcançando votos suficientes para a eletiva, saiu vitorioso, sendo novamente o político mais bem votado do Alto Tiête. Vereador jovem e de cabeça nenhum pouco convencional, Caio impressiona com sua performance em defesa do que acredita e é um dos nomes cotados para o Executivo em 2020.